Esculturas de Santos são agradáveis a Deus

Capturar

Biblicamente, Deus não proíbe esculturas de santos. Vamos entender o que Deus proíbe. Ex 20,3”Não terás outros DEUSES diante de mim” se refere a deuses (ídolos-pesel- “פֶסֶל֙ ). Ex 20,4: “Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra” (Bíblia Almeida). Obs.: Ídolos (êidolon) não tem nada a ver com imagens de santos (eikon).

Segundo as Escrituras quando alguém difama os santos do céu os chamando de ídolos é a própria besta que profere estas palavras.

Ao confundir os santos com ídolos você estará difamando os que moram no céu, pois A PALAVRA DIZ QUE A BESTA DIFAMARÁ OS SANTOS DO CÉU. Ap 13,6: “Ela abriu a boca para blasfemar contra Deus e amaldiçoar o seu nome e o seu tabernáculo, os que habitam nos céus”.  A PALAVRA DIZ QUE OS FALSOS MESTRES DIFAMARÃO OS SANTOS DO CÉU. 2Pd 2,10: “Especialmente os que seguem os desejos impuros da carne e desprezam a autoridade. Insolentes e arrogantes, tais homens não têm medo de difamar os seres celestiais;”. Jd 1,8: “Da mesma forma, estes sonhadores contaminam o próprio corpo rejeitam as autoridades e difamam os seres celestiais”.

A Bíblia nenhuma vez diz que os santos quando morrem se tornam ídolos. A PALAVRA DIZ QUE OS SANTOS QUANDO MORREM SÃO COMO ANJOS NO CÉU (Mt 22,30), especialmente os celibatários (Lc 20,34-36). E DEUS MANDA FAZER IMAGENS DE ANJOS (Ex 25,18). No Velho Testamento mostra que Josué se prostra diante de uma imagem (Js 7,6). O evangelho condena imagens de homens corruptíveis (Rm 1,23), mas os santos que seguem Jesus não são gerados em semente corruptível, E SIM REGENERADOS EM SEMENTE INCORRUPTÍVEL PELA GRAÇA DE DEUS, como explica São Pedro em 1Pe 1,23.

“IMAGEM DE ESCULTURA” não tem nada a ver com “ÍDOLO”; e “PROSTRAR-SE” não tem nada a ver com “ADORAR”. Além de Josué várias pessoas se prostram sem estar adorando. Moisés prostra-se diante do sogro (Ex18:7) , Deus diz que nações se prostrarão diante de Abraão (Gn 27,29) e Betsabéia prostra-se diante de Davi (1Rs 1,16-22). Ajoelhar-se não é idolatrar, é um sinal de respeito. E além das imagens dos anjos Deus manda fazer mais imagens como em Nm 21:8 e ainda relata que o palácio de Salomão era repleto de imagens (1Rs 6:23-29).

Muitas bíblias novas foram adulteradas pelos tradutores, alguns mudaram as passagens de Isaías 44: 9-10 e de 44:15-17 adicionando o termo imagem de escultura e tirando o termo “pesel”(ídolo) do original. O tradutor Almeida ainda adulterou a Bíblia adicionando o termo “procissão” em Isaías 45,20 que não existe no original nem nas Bíblias protestantes de outros países como “The new american standart bible”, “The king james version (authorized)”, “Spanish RV”, “Sociedade Bíblica Britânica”. Essa adulteração foi proposital, pois esse termo não existe nem na Bíblia judaica (the complete jewish bible – tenach). Deus jamais seria contra procissões, pois “PROCISSÃO” significa marcha para Deus. A procissão é um costume bíblico (Js 3,3; Nm 10,33-36; 2Cr 5,2), até o rei Davi participou de procissões (1Cr 15,25-29). As procissões eram idênticas às nossas: 1Co 15,15: “E os filhos de Levi, como o tinha ordenado Moisés, segundo a palavra do Senhor, LEVARAM A ARCA AOS OMBROS, POR MEIO DE VARAIS”.

O evangelho não cita imagens de escultura como idolatria. IDOLATRIA É APEGO AO DINHEIRO. Cl 3,5: “Especialmente a ganância, que é uma idolatria”. Ef 5,5: “O ganancioso que é idólatra”. A idolatria no evangelho é repreendida por Jesus quanto à adoração ao deus do ouro e da prata (Mamom), pois não se pode servir a dois senhores (Mt 6,24). Ou se serve ao deus do ouro e da prata, ou a Jesus, o pobre nazareno que não tinha nem onde reclinar a cabeça (Mt 8,20).

Curiosamente em Atos aparecem pessoas diante de uma imagem de escultura, mas a adoração era direcionada ao Deus altíssimo. At 17,23: “Pois entrando pela cidade, observei cuidadosamente SEUS OBJETOS DE CULTO e encontrei até um altar com esta inscrição: AO DEUS DESCONHECIDO. Ora, o que vocês adoram, apesar de não conhecerem, eu lhes anuncio”. Paulo mesmo os vendo diante da imagem sabia que a adoração não se dirigia à imagem, mas a Deus. OBS: o termo usado em Atos 17,23 não é santuário nem templo como mostram algumas traduções novas, mas vem da palavra “αντικειμένων – antekimenon” do grego que significa “objetos”.

Os Cristãos tem total direito de ver uma imagem de Jesus e se emocionarem ao memorizar o sacrifício do Calvário ou ver uma imagem de Nossa Senhora e refletir sobre o nascimento de Cristo e da obediência dela.

1Co 10,31: “Portanto, quer comais quer bebais ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus”.

Se imagens não fossem permitidas os profetas não as fariam dentro e fora do templo.

“Dentro e fora do templo, em volta de todas as paredes internas e externas, estavam pintados querubins e palmeiras. Havia uma palmeira no meio de cada dois querubins. Cada querubim apresentava duas faces: Para o lado de uma palmeira mostrava rosto humano e para o lado da outra palmeira mostrava rosto de leão, e assim por diante, ao redor de todo o templo” (Ezequiel 41,17-19).
Autor: Paulo Leitão de Gregório, ex-pastor protestante.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s