O que está acontecendo com o catolicismo?

              Não é preciso ser um visionário para perceber que o catolicismo está em crise, obviamente isso não é novidade de nossa época, o cristianismo sempre teve desafios a enfrentar, desde gnósticos, arianos, maometanos, entre outros. Porém o fato é que a crise hoje se encontra dentro da Igreja, e como isso entrou aqui? Bom antes de responder veja, a promessa de Cristo a São Pedro que as portas do inferno nunca prevalecerão contra Roma eterna, esta promessa não foi revogada e nunca será, então eu não estou aqui para ser apocalíptico, nem para prever a queda da Igreja Católica como essas cantoras papagaias protestantes, mas a promessa de Cristo não afasta-nos da obrigação de defender, e com toda força afastar os perigos que rondam as ovelhas do senhor.

         Sabemos que a luta espiritual existe e desde sempre a Igreja teve que enfrenta-la, porém existe hoje uma união de forças demoníacas, hoje o inferno e a terra se uniram, o poder espiritual decaído e a política utópica. Podemos encontrar várias vias do século passado que apontam a entrada da névoa do demónio na cátedra de Pedro, mas hoje, neste momento só existe uma técnica sendo utilizada pelos poderes das trevas para enfraquecer a Igreja, e se chama: IDEOLOGIA, Ideologia para o Literato, Sociólogo, Filosofo e homem das letras, Russell Kirk, se define como sendo um esforço humano de criar através das leis naturais existentes, uma ideia política de perfeição terrena, ou seja, a criação por meios políticos de um céu na terra. Nada como a velha tentação “Serei como deuses” (Gênisis 3, 5) mas Deus deixou muito claro: “Meu reino não é deste mundo” (João 18, 36).

         Muitos dentro da Igreja acreditaram e ainda acreditam que é dever deles montar o céu na terra, se embebeceram das utopias, e fizeram suas políticas dentro da casa de Pedro. O pior erro atual é acreditarmos que devemos descuidar do espirito, e cuidar do social, não que não devemos procurar melhorar a sociedade, e que não devemos saciar a sede, a fome e tapar a nudez dos menos favorecidos, mas antes de mais nada o papel da Igreja é preparar a alma de seus fiéis para a eternidade. Platão, o pagão mais cristão da Grécia antiga, já tinha percebido uma coisa que hoje nos esquecemos: o que se vê na sociedade é reflexo do que temos no nosso espirito, não adianta, tentar achar um pensamento miraculoso, que prometa harmonia social a todos, ignorando os fatores de caráter, vícios, maldades, descontrole sobre si, estas coisas não serão sanadas por nenhum conjunto de regras marxistas ou liberais, problemas da alma se cura com remédios espirituais, e não com a pílula de Marx.

         Enquanto tivermos mais, bispos prefeitos, cardeais pensadores da esquerda, padres políticos ou sociólogos, do que pastores de alma, a sociedade continuará doente, os vícios, os descontroles, as putrefações da alma continuaram reinando. Precisamos de bispos que falam de Deus, e quando necessário denunciam falsas políticas, precisamos de padres que celebrem missas e não comícios eleitorais, de que deem além do pão material, o pão da eternidade também. De padres que nos preparem para a eternidade, se é que eles ainda acreditam nisso.

Por: Pedro Henrique

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s