Category Archives: Igreja Católica

Sou apenas um fiel que quer uma missa fiel.

96A Missa, ah meus irmãos… a Santa e eterna Missa, depois de 2000 anos ela ainda continua sendo motivo de escândalo para os homens de pouca fé, e a salvação para os que creem.

E Jesus continuou: “Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem come deste pão viverá para sempre. E o pão que eu vou dar é a minha própria carne, para que o mundo tenha a vida.” As autoridades dos judeus começaram a discutir entre si: “Como pode esse homem dar-nos a sua carne para comer?” João 6, 51 – 52

O escândalo da santa missa, não é coisa nova, já na época de Cristo, muitos se escandalizaram com seu sentido, e hoje este escândalo esta sendo encoberto pelas missas festivas, não se faz mais missas “calvário” que é justamente o que ela é, mas se faz missas inculturadas, para que sejam saborosas, e não salvífica, ao invés de corpo e sangue de Cristo literalmente, se tornou apenas um faz de conta, onde se oferta pão de padaria com tang de uva, e não me venha com o papinho que você conhece a verdade da missa, mas não se coloca em interiorização, não respeita como sendo o verdadeiro calvário de Cristo, o corpo e o comportamente te diz e diz a todos, inclusive a Deus, qual o resp97eito que você se coloca naquele momento; não me venha com o papinho, que a missa também é festa, porque não é. A missa é sacrifício desde quando ela é missa, este é seu ÚNICO e real sentido, me desculpem, mas se vocês ou eu querer uma missa diferente não fará dela uma missa diferente, entende? Ela é divina, ela é do céu, ela é de Deus e não dos homens, é para os homens mas não dos homens.

Vejo nos meios a qual eu convivo e de pessoas do qual eu tenho contato, como a missa vem sendo alvos de atentados, verdadeiros atos de terrorismo teológico e liturgico, sacerdotes que levam palhaços para o altar, sacerdotes que dão a hóstia para fiéis consagrarem, e até levam grupos semi-nús para fazer teatros na missa, missa-balada, enfim, virou um verdadeiro bordel de heresias, uma ramificação do inferno.

Não se trata nem mesmo de liturgia bem ou mal celebrada, isso era assunto quando ainda havia uma liturgia sendo celebrada, talvez o que verdadeiramente vemos hoje é a fumaça do inferno adentrando nossas paróquias, enquanto batemos palmas e dançamos, o Diabo bate palma e dança conosco, não sei em qual ponto da história houve tamanha troca do sagrado 57pelo o que é profano, não sei em qual época colocaram a margem toda essa sujeira, mas sei que se continuarmos pasmados, olhando tudo isso acontecer, chegará uma época que Cristo será ou uma ideia remota dentro das penumbras históricas, ou será um líder sindical não é mesmo Leonardo Boff? Mas o que isso tem ligação com a missa, vocês devem estar se questionando, ora, isso tem apenas TUDO a ver com a missa, a missa é a ÚNICA garantia 100% comprovada (através de milagres) que a presença do transcendente se faz imante, é o maior tesouro da Igreja, se algum dia a missa se desvirtuar, ou cessar, a Igreja Cai (se isso for possível), o Cristianismo verdadeiro cai, se a missa cessar sua ÚNICA identidade de ser Calvário vivo do céu, presença real de Deus na terra, não há mais porque ser cristão, “é mais fácil ficarmos sem o sol do que sem a Missa” (Santo Padre Pio).

A missa é o centro, pois na Missa Jesus é o centro, a liturgia não  tem o caráter de enfeite, não se trata de um buffet da Igreja, se trata de CÉU, se trata de divino, e qual a única Igreja que tem a garantia divina de ligação direta com o 100céu? Quando vejo as taças de ouro, quando eu vejo os candelabros, os ostensórios, o incenso, isso me remonta ao céu, a visão de João no apocalipse, isso me leva a comtemplar o divino, não cabe aqui uma visão social de “riqueza” versus proletariado, cabe aqui a visão teológica, a visão beatífica, onde a sociologia não tem espaço, a liturgia não deve, e nem pode ser pobre, porque ela tem que nos elevar a cidade celeste, o paraiso (ver Apocalipse 21, 19-21) pois ela quer nos elevar as “cidade de ouro purificado, como vidro transparente” (Apocalipse 21, 21b)

“Eu lhe darei as chaves do Reino do Céu, e o que você ligar na terra será ligado no céu, e o que você desligar na terra será desligado no céu.” (Mateus 16, 19) Somente a Igreja Católica pode nos dar isso, então não roubem isto de nós.

98Se a Igreja institui um missal, e uma regra litúrgica, mesmo que para vocês meus caros sacerdotes do altíssimo, mesmo que pareçam, palha, bobeira, besteira, coisa antiga ou velharias, mesmo que achem tudo isso da liturgia (adjetivos que já ouvi de sacerdotes), sigam até suas rubricas, pois a Igreja é a única na Terra que tem autoridade divina para dizer FAÇA E NÃO FAÇA. E esta autoridade é assinada por Cristo.

Eu sei que é duro ser fiel, também eu sofro com algumas questões eclesiais mas por amor, e fé eu sigo neste barco de Cristo, onde fora dele só há perdição, não sou santo, e sinceramente estou longe disso, tenho meus defeitos e olha, não são poucos, mas não abro mão da Igreja e nem de obedece-la é difícil ser fiel Jesus sabe: Depois que ouviram essas coisas, muitos discípulos de Jesus disseram: “Esse modo de falar é duro demais. Quem pode continuar ouvindo isso?” (João 6, 60). Mas isso “escandalizam vocês? Imaginem então se vocês virem o Filho do Homem subir para o lugar onde estava antes!”( João 6,61- 62.)

Este é um pedido de um filho de Deus, apenas isso, não sou nada mais que um dentre as ovelhas de Cristo que pede fidelidade a cabeça da Igreja (colossenses 1, 18), se não querem ser católicos saiam, não fiquem com a intenção de serem desobedientes, se querem ser fieis, mesmo que ainda não sejam, Deus os acolhe, Deus os ama, mais se querem pregar um evangelho diferente, se 99querem pregar uma doutrina diferente então Paulo diz o que deve ser feito: “seja excluído” (Gálatas 1, 9b). Queremos a missa de sempre, queremos a missa bem celebrada, não queremos musicais pop, ou solos de guitarra, isso achamos no you tube,  não queremos teatro, isso achamos na televisões e teatros espalhados pelas cidades, não queremos balada isso quem quiser acha em cada esquina, nós queremos a Missa da Igreja Católica Romana. E somente isso.

Sei que nem todos estão preparados para minha opinião, mas já não estavam para a verdade da eucaristia, muitos deixaram Jesus por conta da verdade: “A partir desse momento, muitos discípulos voltaram atrás, e não andavam mais com Jesus.” (João 6, 66), mas, Jesus lhe pergunta: “Vocês também querem ir embora?” (João 6, 67). A resposta é pessoal, mas eu prefiro a resposta de São Pedro: “A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. Agora nós acreditamos e sabemos que tu és o Santo de Deus.” (João 6, 68 – 69)

Eu estou com Roma. E Você?

 

Autor: Um Fiel.

Anúncios

Hospital do Vaticano faz descoberta Inigualável. “Igreja contra Ciência? ‘aham’ Senta lá Claudia!” Opinião do filosofo Pedro Henrique

BAMBINO GESU', INAUGURATO NUOVO CENTRO OSPEDALE A SAN PAOLO - FOTO 7Não é raro ouvir que a Igreja é contrária a evolução científica, ou que ela é retrógrada, ou até que, a igreja engoliu a evolução da ciência, e blá blá blá… Mas uma notícia divulgada está semana nas penumbras quase que clandestinas da informação, nos dá o dado que o hospital do Vaticano “Bambino Gesù” (“Menino Jesus”), (que é um dos centros de estudos mais evoluídos na medicina) fez uma descoberta surpreendente, e que irá mudar a face do tratamento de células-tronco.

Mas antes de adentrar nos pormenores desta notícia, vou explicar por que usei da expressão “penumbras quase que clandestinas da informação”, usei desta expressão pois,  nos meios formais de jornalismo só encontrei dois sites com esta informação, sendo que uma delas tem ligação com a Igreja, e outro não, são estas as fontes desta noticia: “Aleteia“, e  o “CorreioMS” (até o fim deste artigo não haviam outros meios de jornalismo formal que deram esta notícia).

Voltando ao que interessa, o hospital do Vaticano através do professor Bruno Dallapiccola, diretor científico do hospital da Santa Sé, informou que ele e sua equipe tinham feito uma descoberta pioneira no campo de pesquisa de células-tronco, segundo o professor, esta descoberta permite a manipulação das células troncos para que o pai ou a mãe possa doar medula óssea a pessoa necessitada sem que seja necessário uma espera de uma medula compatível, WCENTER 0JGFCFUEND imgtoiati250506201859_4 Francesco Toiatiesta descoberta é maravilhosa, no que concerne a sua praticidade salvífica; hoje milhares de pessoas morrem de Leucemia, na espera de um doador compatível, e com esta descoberta as chances desta compatibilidade acontecer são enormes. Estes dados sobre a leucemia foram apresentadas em New Orleans, durante o congresso da Sociedade Americana de Hematologia(ASH) no mês de dezembro. (fonte: Aleteia)

Mas não somente no caso de leucemia esta descoberta irá ser aproveitada, mas também no caso de outras doenças como, imunodeficiência muito comum em crianças, doenças genéticas, leucemia e tumores no sangue (fonte: Aleteia). Enquanto muitos laboratórios estão desfrutando do oásis pernicioso dos estudos com células embrionárias, o Vaticano está mostrando serviço, está mostrando que é possível evolução sem degradação da moral, ou valores, e para os críticos que se conformam com discursinhos ateus, do tipo: “A igreja atrasou a evolução científica, ou a igreja é contrária a ciência” o que dirão 88agora? Que a descoberta foi uma acaso, do tipo do acaso que eles dão como explicação da origem universo? Mas uma vez a sociedade ateia tem de se calar perante a grandeza da Igreja, ao contrário USP,  Harvard entre outras, universidades que esbanjam suas descobertas, ou hospitais de pesquisas que mensalmente se mostra como pavões, o Vaticano trabalha calado, sem holofotes ou badalações, mas quando se manifesta, se manifesta para ajudar a humanidade, e não para balbuciar teorias (não desmerecendo as descobertas feitas por outros centros de estudos.).

Esta descoberta foi vinculada a revista científica “Blood” uma das mais 90conceituadas neste assunto, dos 23 pacientes em que esta técnica foi empregada ouve uma porcentagem de cura de 90%, ou seja, é de fato um caminho para cura de doenças que até pouco tempo atrás eram incuráveis.
Parabéns Vaticano, parabéns a todos profissionais do Hospital “Bambino Gesù” ao professor Bruno Dallapiccola, diretor desta pesquisa, que assim como a Igreja sempre fez, salvará mais vidas. Me desculpe pelo meus modos, mas chupem essa sociedade!

Autor: Pedro Henrique Alves

Para citar: ALVES, Pedro Henrique. Hospital do Vaticano faz descoberta pioneira com células-tronco, acesso: (colocar data de acesso). <https://proecclesiacatholica.wordpress.com/2014/06/25/hospital-do-vaticano-faz-descoberta-inigualavel/&gt;

Padre converte uma cidade inteira pela sua batina!

86

Levar a Deus todas as almas que seja possível”. O padre Michel Marie Zanotti Sorkine tomou esta frase a sério, e é o seu principal o objetivo como sacerdote.

É o que está a fazer depois de ter transformado uma igreja a ponto de fechar e de ser demolida na paróquia com mais vida de Marselha. O mérito é ainda maior dado que o templo está no bairro com uma enorme presença de muçulmanos numa cidade em que menos de 1% da população é católica praticante.

Foi um músico de sucessoA chave para este sacerdote que antes foi músico de êxito em cabarés de Paris e Montecarlo é a “presença”, tornar Deus presente no mundo de hoje. As portas da sua igreja estão abertas de par em par o dia inteiro e veste de batina porque “todos, cristãos ou não, têm direito a ver um sacerdote fora da igreja”.
Na Missa: de 50 a 700 assistentesO balanço é impressionante. Quando em 2004 chegou à paróquia de S. Vicente de Paulo no centro de Marselha a igreja estava fechada durante a semana e a única missa dominical era celebrada na cripta para apenas 50 pessoas. Segundo o que conta, a primeira coisa que fez foi abrir a igreja todos os dias e celebrar no altar-mor. Agora a igreja fica aberta quase todo o dia e é preciso ir buscar cadeiras para receber todos os fiéis. Mais de 700 todos os domingos, e mais ainda nas grandes festas. Converteu-se num fenômeno de massas não só em Marselha mas em toda a França, com reportagens nos meios de comunicação de todo o país, atraídos pela quantidade de conversões.
Um novo “Cura de Ars” numa Marselha agnóstica
Uma das iniciativas principais do padre Zanotti Sorkine para revitalizar a fé da paróquia e conseguir a afluência de pessoas de todas as idades e condições sociais é a confissão. Antes da abertura do templo às 8h00 da manhã já há gente à espera à porta para poder receber este sacramento ou para pedir conselho a este sacerdote francês.

Os fregueses contam que o padre Michel Marie está boa parte do dia no confessionário, muitas vezes até depois das onze da noite. E se não está lá, anda pelos corredores ou na sacristia consciente da necessidade de que os padres estejam sempre visíveis e próximos, para ir em ajuda de todo aquele que precisa.

A igreja sempre abertaOutra das suas originalidades mais características é a ter a igreja permanentemente aberta. Isto gerou críticas de outros padres da diocese mas ele assegura que a missão da paróquia é “permitir e facilitar o encontro do homem com Deus” e o padre não pode ser um obstáculo para que isso aconteça.

O templo deve favorecer a relação com DeusNuma entrevista a uma televisão disse estar convencido de que “se hoje em dia a igreja não está aberta é porque de certa maneira não temos nada a propor, que tudo o que oferecemos já acabou. No nosso caso em que a igreja está aberta todo o dia, há gente que vem, praticamente nunca tivemos roubos, há gente que reza e garanto que a85 igreja se transforma em instrumento extraordinário que favorece o encontro entre a alma e Deus”.

Foi a última oportunidade para salvar a paróquiaO bispo mandou-o para esta paróquia como último recurso para a salvar, e fê-lo de modo literal quando lhe disse que abrisse as portas. “Há cinco portas sempre abertas e todo o mundo pode ver a beleza da casa de Deus“. 90.000 carros e milhares de transeuntes passam e vêem a igreja aberta e com os padres à vista. Este é o seu método: a presença de Deus e da sua gente no mundo secularizado.

A importância da liturgia e da limpezaE aqui está outro ponto chave para este sacerdote. Assim que tomou posse, com a ajuda de um grupo de leigos renovou a paróquia, limpou-a e deixou-a resplandecente. Para ele este é outro motivo que levou as pessoas a voltarem à igreja: “Como é podemos querer que as pessoas acreditem que Cristo vive num lugar se esse lugar não estiver impecável? É impossível.”
Por isso, as toalhas do altar e do sacrário têm um branco imaculado. “É o pormenor que faz a diferença. Com o trabalho bem feito damos conta do amor que manifestamos às pessoas e às coisas”. De maneira taxativa assegura: ”Estou convicto que quando se entra numa igreja onde não está tudo impecável, é impossível acreditar na presença gloriosa de Jesus”.
A liturgia torna-se o ponto central do seu ministério e muitas pessoas sentiram-se atraídas a esta igreja pela riqueza da Eucaristia. “Esta é a beleza que conduz a Deus“, afirma.
As missas estão sempre cheias e incluem procissões solenes, incenso, cânticos bem cantados… Tudo ao detalhe. “Tenho um cuidado especial com a celebração da Missa para mostrar o significado do sacrifício eucarístico e a realidade da sua Presença”. “A vida espiritual não é concebível sem a adoração do Santíssimo Sacramento e sem um ardente amor a Maria”, por isso introduziu a adoração e o terço diário, rezado por estudantes e jovens.
Os sermões são também muito aguardados e, inclusive, os paroquianos põem-nos online. Há sempre uma referência à conversão, para a salvação do homem. Na sua opinião, a falta desta mensagem na Igreja de hoje “é talvez uma das principais causas de indiferença religiosa que vivemos no mundo contemporâneo”. Acima de tudo clareza na mensagem evangélica. Por isso previne quanto à frase tão gasta de que “vamos todos para o céu”. Para ele esta é uma “música que nos pode enganar”, pois é preciso lutar, a começar pelo padre, para chegar até ao Paraíso.
O padre da batina

Se alguma coisa distingue este sacerdote alto num bairro de maioria muçulmana é a batina, que veste sempre, e o terço nas mãos. Para ele é primordial que o padre ser descoberto pelas pessoas. “Todos os homens, a começar por aquela pessoa que entra numa igreja, tem direito de se encontrar com um sacerdote. O serviço que oferecemos é tão essencial para a salvação que o ver-nos deve ser tangível e eficaz para permitir esse encontro”.

Deste modo, para o padre Michel o sacerdote é sacerdote 24 horas por dia. “O serviço deve ser permanente. Que pensaríamos de um marido que a caminho do escritório de manhã tirasse a aliança?”.

84Neste aspecto é muito insistente: “Quanto àqueles que dizem que o traje cria uma distância, é porque não conhecem o coração dos pobres para quem o que se vê diz mais do que o que se diz”.

Por último, lembra um pormenor relevante. Os regimes comunistas a primeira coisa que faziam era eliminar o traje eclesiástico sabendo a importância que tem para a comunicação da fé. “Isto deve fazer pensar a Igreja de França”, acrescenta.

No entanto, a sua missão não se realiza apenas no interior do templo. É uma personalidade conhecida em todo o bairro, também pelos muçulmanos. Toma o café da manhã nos cafés do bairro, aí conversa e com os fiéis e com pessoas que não praticam. Ele chama a isso a sua pequena capela. Assim conseguiu já que muitos vizinhos sejam agora assíduos da paróquia, e tenham convertido esta igreja de São Vicente de Paula numa paróquia totalmente ressuscitada.

Uma vida peculiar: cantor em cabarés A vida do padre Michel Marie foi agitada. Nasceu em 1959 e tem origem russa, italiana e da Córsega. Aos 13 anos perdeu a mãe, o que lhe causou uma “fractura devastadora” que o levou a unir-se ainda mais a Nossa Senhora.

Com um grande talento musical, apagou a perda da mãe com a música. Em 1977 depois de ter sido convidado a tocar no café Paris, de Montecarlo, mudou-se para a capital onde começou a sua carreira de compositor e cantor em cabarés. No entanto, o apelo de Deus foi mais forte e em 1988 entrou na ordem dominicana por devoção a S. Domingos. Esteve com eles quatro anos, e perante o fascínio por S. Maximiliano Kolbe passou pela ordem franciscana, onde permaneceu quatro anos.

Foi em 1999 quando foi ordenado sacerdote para a diocese de Marselha com quase quarenta anos. Além da música, que agora dedica a Deus, também é escritor de êxito, tendo publicado já seis livros, e ainda poeta.

Fonte: Site Comunidade Corpus Christi

Como não ser um Teólogo Herege?

24Venho escrevendo muitos sobre as crises interna da Igreja, e coloco como fator principal a falta de obediência e a soberba de leigos e clérigos, e hoje não será diferente abordarei a forma difundida de se fazer teologia, principalmente aqui no Brasil que é o cenário que eu tenho mais contato.

Qual é a função do teólogo católico? São duas:

  • Primeira: pesquisar doutrinas e tudo que se liga as questões de fé buscando descobertas do campo da teologia em geral.
  • Segunda: Transmitir toda a doutrina ensinada desde sempre pela Igreja através do seu magistério.

A primeira função Hoje é desenvolvida em termos, porém mal desenvolvida principalmente pelas bases filosóficas muitas vezes usadas, como por exemplo, o marxismo, totalmente contrária a fé cristã, a junção desse pensamento filosófico com a teologia pastoral e da doutrina social deu origem a Teologia da libertação, amplamente difundida e ainda defendida pelo ex Padre Leonardo Boff; a pesquisa teológica não esta fechada para as concepções individuais, porém ela não pode ser ensinada por teólogo algum sem antes ter a aprovação eclesial; geralmente esta reflexão é levada ao bispo, e em ultima estância ao magistério competente em Roma, podemos então afirmar que o erro teológico de Boff foram dois aqui explicito, o primeiro não ter aguardado a aprovação pontifica para o ensino de sua reflexão pessoal sobre a Teologia da Libertação, e segundo a desobediência após ele ter sido chamado atenção pelos erros em sua teologia, feito pela congregação para doutrina da fé, em síntese o Teólogo tem toda liberdade de desenvolver sua teologia, e suas reflexões, porem deve ter prudência ao analisar seus aspectos doutrinários para não ir em sentido oposto o ensinado pela Igreja, afinal esses teólogos não carregam a apenas o título de “Teólogo” mas de “Teólogo Católico” se és um teólogo católico deve obediência a fonte de toda teologia, a Igreja, aqui não se trata a de limitar o horizonte teológico do pesquisador, mas sim dar-lhe a consciência que ele não ensina uma doutrina dele, não esta em posse de uma matéria que por ele mesmo se responsabiliza, mas trata de um conhecimento eclesiástico desenvolvido e guardado pela Igreja, no qual o teólogo católico enquanto ensina tem a árdua responsabilidade de responder em nome da Igreja.

A segunda opção esta intrinsecamente ligada à primeira no que concerne ao ensino, assim como para refletir e desenvolver uma doutrina teológica o teólogo é livre, porém para ensinar não, ele deve se certificar da posição da Igreja e ensinar aquilo que lhe é próprio do deposito da fé, se sua reflexão tiver sido aceita como fiel ao deposito da fé, ai sim poderá ser ensinada,o teólogo tem de ensinar aquilo que a Igreja ensina, podendo resumir na palavra “VERDADE” o teólogo não tem que endoçar ou “arranjar” palavras para expor a verdade; por si mesma a verdade é auto intuitiva e convincente. O teólogo encarregado do ensino transmite a fé/verdade através das formas permitidas pela Igreja, mas sem invenção ou introduções pessoais, é claro que é livre para adaptar sua forma de ensino e a linguagem adequada, mas não colocar achismos como verdades, o teólogo fiel é aquele que aponta para cátedra de Pedro, ou seja, ensina o que a Igreja ensina, é óbvio que em um grupo de estudos em um ambiente mais informal é válido as discussões e debates sobre suas convicções pessoais, porém no âmbito acadêmico eclesiástico é necessária e obrigatória a obediência a Roma.

A teologia esta sendo usada nas faculdades como campo de mina para a doutrina católica, a fé católica esta sendo pisoteada, pela falta de compreensão sobre o que teologia católica, e por falta de punições reais sobre isso, hoje aqui na América latina não é difícil ver o grau de desobediência que chegamos, e o ultimo expoente disso foi o ex Padre Beto, excomungado pelos seus ensinos completamente deturpados, e heréticos, em suas homilias e entrevista como padre. O relativismo sobre o certo e errado no âmbito da teologia esta levando a pesquisa ao campo protestante, onde as doutrinas se confundem entre tantas concepções ensinadas, hoje até mesmo nos seminários e faculdades católicas devem ser colocados lado a lado os documentos eclesiais e as doutrinas expostas pelos professores, para conferir a veracidade do ensino, triste realidade de um país tão católico e tão ignorante na fé, aos que desejam ser fiéis por muitas vezes compensa mil vezes ser autodidata.

Autor: Pedro Henrique Alves

Os estigmas de Therese Neumann – Alimentou-se durante 36 anos somente da Eucaristia.

A maioria dos católicos acreditam em que os “estigmas” seriam um sinal do que CRISTO sofreu durante a Paixão e o aparecimento das marcas, das feridas, na pessoa seria a reprodução desses estigmas, isto é, haveria uma configuração e “imitação de JESUS”, e isso ocorreria por intercessão da “Graça Divina”, da qual os que exibem estigmas sentem-se indignos… tereza                 Na realidade, a visão católica admite o fenômeno como “milagroso” e os estigmatizados foram, em sua esmagadora maioria, considerados “santos”, sendo canonizados. Assim, os estigmas são interpretados como uma “missão particular” que os “santos” e “bem-aventurados” teriam para o desenvolvimento da Igreja; é essa a opinião do Padre passionista TITO PAOLO ZECCA, professor de Teologia pastoral e espiritualidade na Universidade de Latrão e Ateneu Pontifício Antoniano de Roma, considerado uma autoridade no assunto… tereza             TEMA: ALMAS VÍTIMAS” – ‘LEVO NO MEU CORPO A PAIXÃO DO MEU SENHOR’ A ESTIGMATIZADA ALEMÃ TERESA NEUMANN OS ESTIGMAS NA VISÃO CATÓLICA – FRAGMENTOS DE UMA ENTREVISTA: A maioria dos católicos acredita em que os “estigmas” seriam um sinal do que CRISTO sofreu durante a Paixão e o aparecimento das marcas, das feridas, na pessoa seria a reprodução desses estigmas, isto é, haveria uma configuração e “imitação de JESUS”, e isso ocorreria por intercessão da “Graça Divina”, da qual os que exibem estigmas sentem-se indignos… Na realidade, a visão católica admite o fenômeno como “milagroso” e os estigmatizados foram, em sua esmagadora maioria, considerados “santos”, sendo canonizados. Assim, os estigmas são interpretados como uma “missão particular” que os “santos” e “bem-aventurados” teriam para o desenvolvimento da Igreja; é essa a opinião do Padre passionista TITO PAOLO ZECCA, professor de Teologia pastoral e espiritualidade na Universidade de Latrão e Ateneu Pontifício Antoniano de Roma, considerado uma autoridade. tereza             Esforçar-se PARA DAR A QUALQUER CUSTO UMA EXPLICAÇÃO RACIONAL A FENÔMENOS que contrariam o andamento usual das coisas é uma peculiaridade da mente humana. Tudo que de certo modo transcende a idéia limitada que temos da realidade nos força a buscar ansiosamente uma justificativa que possa abrigar com segurança as “certezas” arduamente construídas no curso de séculos de história. Mas não é persistindo irracionalmente nessa posição de defesa que conseguiremos apagar a presença de fenômenos sobrenaturais que, queiramos ou não, FAZEM PARTE DA NOSSA REALIDADE E MERECEM UM ESTUDO ATENTO E PROFUNDO. tereza                   Quando em setembro de 1927 o dr. Fritz Gerlich dirigiu-se para Konnersreuth para tentar, “em nome da razão e da ciência”, esclarecer o caso da estigmatizada Teresa Neumann, viu-se diante de uma mulher de aspecto humilde, que dali a não muito pouco tempo conseguiria dar às suas verdades um significado mais novo e mais amplo. OS SINAIS DA CRUCIFICAÇÃO DE CRISTO, que sofria na carne com tanta nobreza, O JEJUM DE 36 ANOS e a vasta gama DE FENÕMENOS SOBRENATURAIS ligados à sua pessoa representavam e representam a prova física da existência de “algo” que vai além das nossas percepções sensoriais e que desejaria abrir as nossas consciências para uma nova certeza: A DA EXISTÊNCIA DE UM MUNDO ESPIRITUAL QUE NÃO TEM LIMITES. Ainda mais, de que outra forma se poderia explicar A TOTAL AUSÊNCIA DE SEDE E DE APETITE QUE CARACTERIZOU A FIGURA DE TERESA DE KONNERSREUTH, cidadezinha do norte da Bavária, que sempre foi motivo de vivas polêmicas? Em julho de 1927 a Cúria de Ratisbona MANDOU QUE FOSSE FEITA uma análise cuidadosa a fim de verificar a existência ou não de tal fenômeno. Depois de ter apurado QUE UM INDIVÍDUO NÃO PODE SOBREVIVER POR MAIS DE 10 ou 11 DIAS SEM COMIDA NEM ÁGUA, uma comissão médica composta de 1 psiquiatra – Dr. Ewald, 1 médico – dr. Seidl, e quatro enfermeiras freiras, supervisionou Teresa por um período DE QUINZE DIAS. De 2 em 2 as irmãs, sob juramento, vigiaram ininterruptamente até o menor movimento da mulher. FOI PROIBIDO A RESL ( NOME COM QUE SE REFERIAM A TERESA), O ACESSO AO BANHEIRO: todas as secreções eram recolhidas e examinadas. Os médicos fizeram análises cuidadosas das feridas e verificaram muitas vezes o seu peso e a sua temperatura corporal. No final dos quinze dias OS MÉDICOS DECLARARAM a autenticidade dos estigmas E CONFIRMARAM QUE nenhuma substância tinha sido ingerida pela mulher durante o período da análise. tereza             Dentre todos que a conheceram, NINGUÉM ENCONTROU EM TERESA FORMA ALGUMA DE HISTERIA, de autosugestão, ou da chamada ‘beatice’ que, de acordo com o parecer de alguns “especialistas” seria a explicação para o aparecimento das chagas em sangue de Cristo no corpo da mulher. Uma vez, respondendo a uma dessas insinuações, disse Resl: “SE O SENHOR ACREDITASSE SER UM BOI, ACHA QUE LHE CRESCERIAM CHIFRES?” (*****ACHEI GENIAL essa resposta para os céticos de todos os tempos). Veja o que UM DESSES CÉTICOS AFIRMOU: “Consta também que o psiquiatra, Dr. MADEYSKI, foi enviado pela “Sagrada Congregação dos Ritos” para estudar cientificamente os fatos que ocorriam com TERESA NEUMANN (1898-1962), de Bavária, e também outros médicos a visitaram, em 27 de fevereiro de 1920, e a conclusão foi: “Histeria muito grave, com cegueira e paralisia parcial” – QUE INTERESSANTE NÉ! O PEDIDO DA BEATIFICAÇÃO PELA ARQUIDIOCESE LOCAL ALEMÃ EM 13 de Fevereiro de 2005 faz ‘CALAR’ A TODOS-Ou será que não respeitam esses a CONCLUSÃO DA IGREJA? tereza               Teresa de Konnersreuth era uma jovem devota, inteligente e serena, capaz de viver acontecimentos extraordinários, sem por isso renunciar a ser uma pessoa como todas as outras, com as suas qualidades e os seus defeitos. POR CERCA DE 700 VEZES REVIVEU A PAIXÃO DE CRISTO SOB A FORMA DE VISÃO E EXPERIMENTOU NA CARNE A DOR DA FLAGELAÇÃO, DA IMPOSIÇÃO DA COROA DE ESPINHOS, DO CAMINHO PARA O CALVÁRIO E DA CRUCIFICAÇÃO. “QUEM PODE ASSISTIR A ESTA VISÃO”, disse o dr. Johannes Steiner tentando descrever a mulher durante a visão da Paixão e morte de Jesus, “teve a imagem de um martírio perfeito e impressionante, porém sempre nobre, comovente e composto. Ela passava as mãos pelo rosto, como que para afastar os espinhos; os dedos das mãos se contraíam em doloroso espasmo pelos cravos da crucificação, a língua tentava umedecer os lábios partidos…”. tereza               NUNCA SE OUVIU a estigmatizada se lamentar por esses ou outros sofrimentos, SEMPRE FELIZ de poder fazer a vontade de Deus e de poder se transformar num instrumento de exemplo ao próximo, tanto QUE DESDE MENINA MANIFESTOU O DESEJO DE PARTIR PARA A ÁFRICA COMO MISSIONÁRIA, quando a sua ajuda em casa não fosse mais necessária. De fato, bem cedo Teresa começou a se ocupar dos irmãozinhos e dos afazeres domésticos e, já na idade de 13 anos, contríbuia, trabalhando, para a economia familiar. Portanto, A JOVEM RESL foi forçada A DEIXAR OS ESTUDOS TÃO LOGO TERMINOU A ESCOLARIDADE obrigatóna (Ensino Fundamental) e é por isso que a facilidade com que falava corretamente grego, latim, francês e aramaico DURANTE AS VISÕES ASSOMBROU ESPECIALISTAS como o Proº de filologia semítica, Johannes Bauer, o orientalista e papirólogo vienense, prof. dr. Wessely, e o arcebispo católico de Ernaculum-India, dr. Parecatill. Os 3 concordavam em afirmar que Teresa se expnmia na língua que se falava na antiga Palestina…. tereza             O fato é curioso, principalmente pela sua escassa erudição escolar. QUEM ENTÃO LHE SUSSURRAVA AS FRASES QUE PRONUNCIAVA? Quem lhe dava a força DE SUPORTAR a dor, a faculdade DE LER OS PENSAMENTOS, a possibihdade de viver SEM INGERIR NEM comida nem águas Perguntas essas às quais a racionalidade humana não pode dar uma resposta. Os múltiplos e fascinantes aspectos da vida humana e espiritual de Teresa Neumann, uma das mais importantes figuras místicas do nosso século, nos convidam a abrir, a despertar a nossa consciência para uma realidade que se bastaria querer e poderia Nos Revelar O Verdadeiro Significado Da Vida. ATÉ AQUI: (Fonte: Revista Terceiro Milênio, Ano I, Nº 1 – Novembro de 1999). tereza           ”Você nunca come nada?”…-”Não. Somente uma hóstia consagrada, todos os dias às seis da manhã.”…-”Mas não é possível que você tenha vivido somente disso por 12 anos!”…”Vivo da luz de Deus!”…-”Vejo que você percebe que a energia flui no seu corpo…”…-Um rápido sorriso iluminou o seu rosto.”Fico muito feliz que você compreenda como eu vivo!”… A sua santa vida é uma demonstração quotidiana da verdade pronunciada pelo Cristo:-”NEM SÓ DE PÃO VIVE O HOMEM, MAS DE TODA PALAVRA QUE VEM DO SENHOR”. tereza             AS VISÕES:– É indubitavelmente impressionante o espetáculo que se apresentava aos olhos de numerosas testemunhas que puderam assistir às “visões de Teresa”. O sangue que saía copioso das feridas e lhe ensopava as vestes, enquanto a expressão do seu rosto testemunhava um profundo sofrimento físico e espiritual. RESL, além da dor das chagas em sangue, SOFRIA POR VER O “SALVADOR”, conforme gostava de chamar Jesus, insultado e torturado, e não deixava de expressar vivamente a sua raiva. Como já se acenou anteriormente, durante os êxtases místicos ela costumava pronunciar palavras em línguas que nunca tinha tido a oportunidade de estudar. O fato assombrava sobremaneira os especialistas, dentre os quais figuravam nomes ilustres, COMO O DO PROF. WUTZ, QUE FICOU ESPANTADO COM A PALAVRA “ASCHE”, QUE SIGNIFICA “TENHO SEDE”. tereza             ATÉ AQUELE MOMENTO os estudiosos do Novo Testamento tinham sempre aplicado o termo “SACHENA”. Depois de um estudo aprofundado e de ter consultado um considerável número de textos e de dicionários dentre os mais antigos que conhecia, o dr. Wutz descobriu que Jesus na cruz dirigiu-se aos seus algozes pronunciando justamente a palavra “ASCHE”. “Permanece inexplicado, comentou em seguida o dr. Wesseley, como Teresa tenha podido pronunciar uma sentença até agora não conhecida pelos orientalistas que a escutavam e que tenha podido usar uma palavra aramaica que nem mesmo eles poderiam esperar, iá que absolutamente carreta”. Esse caso, que não é isolado, é UMA DAS PROVAS MAIS CONVINCENTES QUE SUSTENTAM A NATUREZA SUPRANATURAL DAS VISÕES DE TERESA. (DEVOTOS E CURIOSOS SE ENFILEIRAVAM PARA VER TERESA NEUMANN). tereza               Em fevereiro de 2005, o Bispo local Dom Gerhard Ludwig Müller anunciou oficialmente em Konnersreuth, “a ABERTURA” de seu processo de beatificação, para dilema de todos aqueles que a “CHAMARAM OU A CONSIDERAVAM” como ‘histérica’ e louca. tereza               A ESTIGMATIZADA ALEMÃ TERESA NEUMANN – Nasceu em Konnersreuth, pequena cidade no norte da Bavária no dia 8 de abril de 1.898. (2)- Depois de um acidente, acontecido em 10.03.1918,aos 20 anos de idade, FICOU CEGA e com os membros inferiores paralisados (PARALÍTICA)… tereza               29/04/1923, dia da beatificação de S. Teresa de Lisieux: milagrosamente VOLTOU A ENXERGAR. tereza           Em 17/05/1925: RECUPEROU TAMBÉM o uso das pernas. Era o dia da santificação de S.Teresa de Lisieux OU STA tereza               Na noite entre 1º e 2 de abril de 1926, poucos meses depois de ter sido prodigiosamente curada de um forte ataque de apendicite, RECEBEU OS ESTIGMAS. tereza             Nos meses que seguiram o aparecimento das chagas em sangue, Teresa começou a não sentir mais fome nem sede. SEU JEJUM DUROU 36 ANOS PASSANDO A SE ALIMENTAR APENAS DE UMA HÓSTIA DIÁRIA. Ela vivia em êxtase! Vertia até 2 litros de sangue num só êxtase. (no detalhe: TERESA EM ESTADO EXTÁTICO TENDO A VISÃO DE JESUS-Nesse momento o mundo material ‘some’ vendo ela somente “A VISÃO” ou “A APARIÇÃO”) tereza             No ano de 1927 uma comissão eclesiástica, com  2 médicos e 4 enfermeiras, a examinaram durante 15 dias em cada segundo do dia… sem comer nem beber absolutamente nada nesses 15 dias!, quando ninguém pôde viver mais que 10 dias sem beber água. (NO DETALHE A ‘CONTINUAÇÃO’ DO ÊXTASE). tereza           A partir do momento em que as feridas do Cristo crucificado apareceram em suas mãos, pés e peito, ela não precisou mais tocar em comida e bebida: investigações rigorosas ordenadas pela Igreja e confirmadas por médicos estabeleceram a realidade desse estado de coisas inusitado. (AS CHAGAS NOS PÉS- O detalhe dessa Teresa SÃO as MARCAS DEIXADAS PELOS PREGOS IGUAIS ÀQUELAS QUE VIMOS NO FILME ‘A PAIXÃO’ DE MEL GIBSON – MARCAS (quadradas no plano superior que afilavam abaixo) DOS PREGOS DA ÉPOCA) tereza           QUANDO AS PESSOAS LHE PERGUNTAVAM DO QUE VIVIA, Tereza respondia com toda a simplicidade ‘De Deus!’, “isto é, da hóstia consagrada que recebia todos os dias”. (TERESA, POR FAVOR! MOSTRA-NOS AS CHAGAS QUE ‘SOFRES POR NÓS’?) tereza           Tinha levitações, bilocações… e visões de Cristo que lhe falava em Aramáico, sem ela saber tal língua, tudo gravado em fitas cassetes PARA DEVIDA COMPROVAÇÃO. (MAIS DE PERTO TERESA! PARA QUE POSSAMOS NELAS NOS ESCONDER. SÃO AS CHAGAS ABERTAS DE CRISTO NOSSO SENHOR) tereza               [VEREMOS A PARTIR DESTA FOTO A PAIXÃO DE CRISTO REVIVIDA POR TERESA – É A 1º PARTE] – MORREU NO MÊS DE SETEMBRO DE 1962. tereza           [2ª PARTE DA PAIXÃO] – (12)-Em 13 Fev 2005, FOI ANUNCIADO OFICIALMENTE À IMPRENSA E POPULAÇÃO PELO CARDEAL MULLER A ‘ENTRADA’ PELA DIOCESE DO PROCESSO DE BEATIFICAÇÃO DE TERESA NEUMANN – MAIS UMA ALMA VÍTIMA. BIOGRAFIA tereza               Teresa Neumann nasce em Konnersreuth, na Alemanha, a 8 de Abril de 1898, de uma família muito pobre e profundamente  católica. Como escreve no seu diário, o seu maior desejo teria sido tornar-se missionária religiosa em África mas, infelizmente, o acidente que teve aos vinte anos impediu-a disso; de facto, em 1918 rebentou um violento incêndio numa quinta vizinha e Teresa corre de imediato para ajudar, porém no esforço de passar baldes de água para apagar as chamas, sofre uma grave lesão na  espinal medula que lhe provocou a paralisia das pernas e a cegueira completa. Teresa passava todos os seus dias em oração, mas um belo dia acontece o Milagre da sua cura na presença do Padre Naber que assim conta os factos: “Teresa descreve a visão de uma grande luz enquanto uma voz extraordinariamente doce lhe pedia que tivesse vontade de se curar. A surpreendente resposta de Teresa foi que, tudo seria bom para ela, sarar, ficar doente, ou porventura morrer, porém que fosse feita a vontade de Deus.” tereza                 A voz misteriosa diz-lhe que: «hoje aconteceu, sim, uma pequena alegria, a cura da sua enfermidade, porém deveis sofrer ainda muito”. Por algum tempo Teresa viveu em boas condições, mas desde 1926 tiveram início importantes experiências místicas que duraram até à sua morte: os estigmas, e o jejum completo com a Eucaristia, como sua única alimentação. O Padre Naber, que lhe dá a Comunhão dia a dia até à sua morte, escreve: «nela se completa, à letra, as palavras de Deus: “a minha carne é verdadeiro alimento e o meu sangue é verdadeira bebida”». tereza           Teresa oferecia a Deus o seu sofrimento físico devido à perda de sangue dos estigmas, que duravam desde quinta-feira, dia do início da paixão de Jesus, a domingo, dia da sua ressurreição, para interceder a favor dos pecadores que lhe pediam ajuda. Cada vez que era chamada ao leito de um moribundo era testemunha do estado de alma que tinham depois da morte. Muitos foram os controlos e as monitorizações efectuadas sobre o jejum de Teresa por parte das autoridades  eclesiásticas. Assim o jesuíta Carl Sträter, que foi encarregado pelo bispo de Ratisbonne de estudar a vida da estigmatizada confirmava: o significado do jejum de Teresa Neumann é o de demonstrar para os homens de todo o mundo o valor da Eucaristia, para que compreendam que Cristo está verdadeiramente presente na espécie do pão e que através da Eucaristia se pode conservar  também a vida física. VIA: Espaço James Postado por: Rafael Mant.

O Milagre Eucarístico de Lanciano segundo o cientista que comprovou sua autenticidade

O doutor Edoardo Linoli afirma que portou em suas mãos um verdadeiro tecido cardíaco, ao analisar anos atrás as relíquias do milagre eucarístico de Lanciano (Itália), o mais antigo dos conhecidos.

Lanciano

 

 

 

 

 

 
(Lanciano: Carne de Cristo em custódia de prata)

O fato miraculoso se remonta ao século VIII.

Em Lanciano, na igreja dedicada a São Legonciano, um monge basiliano que celebrava a missa em rito latino começou a duvidar da presença real de Cristo sob as sagradas espécies após a consagração.

Nesse momento, o sacerdote viu como a sagrada hóstia se transformava em carne humana e o vinho em sangue, que posteriormente se coagulou.

Professor de Anatomia e Histologia Patológica, de Química e Microscopia Clínica, e ex-chefe do Laboratório de Anatomia Patológica no Hospital de Arezzo, o doutor Linoli foi o único que analisou as relíquias do milagre de Lanciano. Seus resultados suscitaram um grande interesse no mundo científico.

O dr

 

 

 

(O Dr. Edoardo Linoli, autor das análises)

Em novembro de 1970, por iniciativa do arcebispo de Lanciano, Dom Pacífico Perantoni, e do ministro provincial dos Conventuais de Abruzzo, contando com a autorização de Roma, os Franciscanos de Lanciano decidiram submeter a exame científico as relíquias.

Encomendou-se a tarefa ao professor Linoli, ajudado pelo professor Ruggero Bertelli, da Universidade de Siena.

Com a maior atenção, o professor Linoli extraiu partes das relíquias e submeteu a análise os restos de “carne e sangue milagrosos”.

Em 4 de março de 1971 a equipe apresentou os resultados.

Estes evidenciam que a carne e o sangue são com certeza de natureza humana. A carne é inequivocamente tecido cardíaco, e o sangue é verdadeiramente de homem pertencendo ao grupo AB.

Consultado pela agência Zenit, o professor Linoli explicou que, “no que diz respeito à carne, encontrei que a carne que tinha na minha mão provinha do endocárdio. Portanto não há dúvida alguma de que se trata de tecido cardíaco”.

miracolo

 

 

 

(Trabalho do Dr. Linoli publicado pelo
diário vaticano “LOsservatore Romano”)

Quanto ao sangue, o cientista sublinhou que “o grupo sanguíneo é o mesmo do homem do Santo Sudário de Turim, e é singular porque tem as características de um homem que nasceu e viveu nas zonas do Oriente Médio”.

“O grupo sanguíneo AB, de fato, se encontra numa porcentagem pequena que vai de 0,5 a 1%, enquanto que na Palestina e nas regiões do Oriente Médio é de 14-15%”, apontou.

Prof Ruggero

 

 

 

(Prof. Ruggero Bertelli aprova trabalho do Dr. Linoli)

A análise do professor Linoli revelou também que não havia na relíquia substâncias conservantes e que o sangue não podia ter sido extraído de um cadáver, porque se teria alterado rapidamente.

O informe do professor Linoli foi publicado em “Quaderni Sclavo di diagnostica clinica e di laboratório” (1971, fasc 3, Grafiche Meini, Siena).

Em 1973, o conselho superior da Organização Mundial da Saúde (OMS) nomeou uma comissão científica para verificar as conclusões do médico italiano.

Os trabalhos se prolongaram por 15 meses, com um total de quinhentos exames.

As conclusões de todas as investigações confirmaram o que havia sido declarado e publicado na Itália.

O extrato dos trabalhos científicos da comissão médica da OMS foi publicado em dezembro de 1976, em Nova York e em Genebra, confirmando a impossibilidade da ciência de dar uma explicação a este fenômeno.

O professor Linoli falou novamente no Congresso sobre os milagres eucarísticos organizado pelo Master em Ciência e Fé do Ateneu Pontifício Regina Apostolorum (Roma), em colaboração com o Instituto São Clemente I Papa e Mártir, por ocasião do Ano Eucarístico de 2005.

Lanciano

 

 

 

 

(Lanciano: relíquias expostas)

“Os milagres eucarísticos são fenômenos extraordinários de diferente tipo”, explicou o diretor do Congresso, padre Rafael Pascual LC, em “Rádio Vaticano”: “Por exemplo, há a transformação das espécies do pão e do vinho em carne e sangue, a preservação milagrosa das Hóstias consagradas, ou algumas hóstias que vertem sangue”.

“Na Itália, há vários lugares onde ocorreram esses milagres eucarísticos – declarou – mas também os encontramos na França, Alemanha, Holanda, Espanha” e alguns “na América do Norte”.

Fonte:
cienciaconfirmaigreja.blogspot.com.br

Postado por: Rafael Mant.

 

 

Mentiras sobre Francisco.

130Costumava dizer que se hoje o Willian Bonner falasse que a casa do seu vizinho esta pegando fogo, muitos sairia correndo sem nem se quer olhar para o lado para constatar a veracidade da noticia, isso se dá pela doutrinação cega do secularismo, condicionando a todos a pensar como eles bem entendem como certo e errado; Não é de hoje que vemos a igreja sendo atacada na mídia, tudo começou com a revolução Francesa com o anti-clericalismo e moral católica dos catedráticos e agora vemos um falso romance da mídia secular com a Igreja pelo carisma do Santo Padre, mas que não perde tempo para dar uma cutucada na doutrina secular da madre Igreja.

Mas entramos em uma questão que eu descreveria como desonestidade jornalística que se da no âmbito desesperado de tentar moldar o pensamento católico em um pensamento libertino, fazendo montagens e jogos de palavras com declarações do Papa Francisco como se ele desse o alvará pontifico para, por exemplo, casamento Homossexual, aborto e até contraceptivos, questões que ele já deu seu parecer quando indagado pela repórter sobre aborto e casamento Gay, ele disse: “A Igreja Já se expressou perfeitamente sobre isso”, afirmando assim que ele não romperá com nada que a moral católica já colocou como errado ou certo, ele veio para continuar na Tradição milenar e reafirmar a posição católica, e o repórter ainda insatisfeito com a resposta do Santo Padre ele questiona: “e a tua opinião?” e o Papa responde: “Sou Filho da Igreja”, confirmando que para frustração da mídia secular este Papa não rompera com sã doutrina.

Esta semana saiu em vários sites como G1, Folha de São Paulo, Veja, entre outros, que o Santo Padre teria dito que a Igreja deveria parar de falar de assuntos como segunda união, homossexualismo, aborto e etc, onde o que saiu na mídia com ênfase seria que o Papa teria dito: “Não podemos insistir apenas em assuntos relacionados ao aborto, ao casamento gay e ao uso de métodos contraceptivos. Isso não é possível” onde as suas palavras dele foi: Não podemos insistir somente sobre questões ligadas ao aborto, ao casamento homossexual e uso dos métodos contraceptivos. Isto não é possível. Eu não falei muito destas coisas e censuraram-me por isso. Mas quando se fala disto, é necessário falar num contexto. De resto, o parecer da Igreja é conhecido e eu sou filho da Igreja, mas não é necessário falar disso continuamente, (veja a entrevista na integra “clicando aqui”) veja que a publicação do Folha de São Paulo e afins, parou apenas na parte que lhe interessava, observa que o Papa apenas afirmou que estes assuntos deve ser tratado em um contexto e não jogado para o alto para ver no que vai dar, mas que se deve ter uma estratégia de evangelização com a Teologia Moral e não apenas acusações, um pouco antes na entrevista o papa alerta que a Igreja deve ser um lugar de misericórdia, dizendo até que o “confessionário não é uma sala de tortura, mais o lugar de encontrar a misericórdia divina” o Papa ainda afirma, novamente que o parecer da Igreja já é bem conhecido por todos afirmando assim que ele não mudará em nada estes conceitos e depois ele reintegra que sua opinião é a mesma da Igreja quando ele diz novamente “Sou filho da Igreja”.

O que eu vejo é a eminente estratégia sendo traçada, uma estratégia de aproximação destes homens e mulheres que se sentiram afastado da igreja por sua doutrina muitas vezes dura, e o Papa quer mostrar a face misericordiosa de Deus, falando “independente daquilo que você fez ou faz, Jesus te ama e a igreja também, e te oferece uma vida melhor do que esta levando hoje”, ou seja, uma estratégia de conversão; na verdade Papa Francisco não esta fazendo nada mais do que o Próprio Cristo fez, se aproximou do seus discípulos e os converteu; o Santo Padre deixa claro aquilo que ele acha certo, primeiro o amor, depois as leis, segue a linha do Beato João Paulo II que em sua encíclica “Veritatis Splendor” afirma o mesmo, primeiro deve se mostrar a face amorosa de Deus e depois apresentar suas exigências, se não se torna impraticável o catolicismo. Não vejo motivo para alarde, alguns sedevacantes já estão chamando o Santo Padre de anti-Papa, pegando profecias jogando ao ar, para justificar o Papa Francisco como o próprio anti-Cristo, me da náusea de ver filhos da Igreja fazer tais declarações putrefaz,  esquecem da promessa de Jesus que as portas do Inferno JAMAIS prevalecerá contra a Igreja Romana, agora decidam em quem acreditar; hoje a mídia faz papel de Pilatos, esta dividido entre soltar Barrabás ou Jesus, mas no fim sempre atende a multidão que a berros grita por Barrabás, e falam “crucifica-o”, nada muito diferente que fizeram com Papa Emérito Bento XVI.

Autor: Pedro Henrique Alves