Tag Archives: Comunismo

Onde estão os lobos?

74Muitas pessoas estão me questionando se eu me converti, se eu me tornei ateu, ou qualquer coisa do tipo, creio que este questionamento decorre do fato, que nos últimos 6 meses tenho escrito mais (bem mais) sobre política e assuntos mais sociológicos, dizem que me tornei “um anti-comunismo ferrenho e sem pudor, um dos mais promissores jovens liberais moderno” para citar um colunista marxista que me citou em seus artigos. Bom, vamos esclarecer os fatos, não me converti, continuo
Continuar a ler

Militarismo não é só de direita, então vá estudar.

133Quem nunca ouviu falar das torturas das idades das trevas brasileiras? Da inquisição da direita, do hitlerismo brasileiro, tão proclamado pela esquerda brasileira, a tão proclamada “DITADURA MILITAR”. Longe de querer defender esta ditadura, apesar de achar que inicialmente ela se mostrou necessária – quando ainda era apenas intervenção militar e não ditadura, – tenho plena certeza que seus feitos como repressão intelectual, e torturas, são de níveis baixos demais para uma sociedade que se diz evoluída e humanitária-, sendo assim, não apoio e nunca apoiarei seja qual ditadura for, sou Continuar a ler

O que é aparelhamento do Estado? O comunismo que você não vê.

Introdução:

Uma das acusações principais, e decorrente nos debates presidenciais entre 104Dilma Russeff e Aécio Neves, foi que Dilma e o PT como um todo aparelhou o Estado, e a maquina pública. Porém, não se explicou o que é isso e muito menos o porque isso é um mal, este artigo visa explicar passo por passo o porque isso é um mal, e porque Aécio tinha razão, ao apontar isso com um mal

O que garante a liberdade. Continuar a ler

A revolução do proletariado em Karl Marx: Onde nasce a ditadura!

Este artigo, foi trabalho de uma longa pesquisa sobre o assunto, que visa compreender como se daria a revolução do proletariado teorizado por Karl Marx, e se este teve uma certa culpabilidade com as ditaduras do século passado, e se estes ditadores encontram em Marx, uma teoria que lhes dão base para suas ditaduras, é um artigo bem elaborado, e que leva algumas conclusões que não agradam a sociedade moderna, mas que creio ser de suma importância, aquilo que não estudam, e que não te dizem. Marx não foi um ser pacifico, e eu lhe provo isso com o próprio Marx.

Este presente artigo, foi um trabalho desenvolvido para a universidade para qual estudo, peço que se for citar, deem os devidos créditos.

54Resumo          

Este artigo tratará de um assunto de suma importância e ao mesmo tempo de incrível desprezo por parte de alguns acadêmicos no Brasil, eu analisarei duas importantes obras de Karl Marx, e mais alguns livros que achei de relevância o uso para a pesquisa, exporei minhas críticas à alguns aspectos de sua teoria revolucionária, me atentarei à Continuar a ler

Socialismo: Fábrica de ditadores

124Um dos dogmas em meio do relativismo socialista, é a centralização dos meios disponíveis na sociedade, vamos tentar verificar o quanto isso é danoso a sociedade como um todo, e como o socialismo é uma fábrica de ditadores.

Introdução:

Primeiramente é necessário uns esclarecimentos, alguns pontos no socialismo é patente em todas as ramificações. Todas as bases socialistas/comunistas esta afirmada no conceito de: Estado supremo e forte, e a diminuição do livre-mercado, sendo assim, toda iniciativa empreendedora é suprimida pela supremacia do Estado que detém o direito instituído por ele mesmo de comandar o mercado interno, nisto inclui a taxação de preços e juros. Continuar a ler

O Papa não é comunista, chorem corja de TL’s

“Eu digo que os comunistas têm roubado a bandeira. A bandeira dos pobres é cristão.” (fonte: Il Messaggero)

Isto foi dito pelo Sumo pontífice Bento XVI? Papa Pio XII? Papa Paulo VI? Não queridos “irmãos e queridas irmãs”, isto foi dito pelo Papa Francisco, aquele que aprovaria a Teologia da Libertação, e que apoia o sistema econômico comunista, aquele Papa que “romperia com a fé romana”.

Neste final de semana fui agraciado com uma entrevista, do Santo Padre ao Jornal Italiano “Il Messaggero”, no qual foram abordados vários assuntos mas principalmente política e corrupção (ver entrevista completa em Italiano).

Porém o que mais chamou atenção dos holofotes mundiais foi a crítica ao comunismo, uma crítica de certa forma pesada. Mas o que tanto assusta nesta crítica? É o fato de muitos acharem que o Papa Francisco era simpatizante da ideologia comunista, isto se deu desde o inicio de seu pontificado, onde seu jeito simples, e sua preocupação central com os pobres fizeram os comunistas, e o teólogos da libertação (que também são comunistas) quase terem um orgasmo, acreditando eles terem furado a grande muralha feita por Papa Pio XII que com seu decreto “Acta Apostolicae Sedis. De Roma, dia 1 de Julho de 1949” excomungava todos os comunistas e aliados de partidos comunistas, ou a teologia apologética de Papa Bento XVI que fechou as portas para a Teologia da Libertação com o documento expedido pela Sagrada congregação da Doutrina da Fé (instrução sobre alguns aspectos da teologia da libertação) de 1984.

O Papa Francisco sempre em sua teologia teve um especial zelo pelas ações pastorais, e a centralidade do evangelho nos pobres, mas ao contrário do que todos pensam, não se faz uma teologia dos pobres, somente com a teologia da libertação, muito pelo contrário, os trabalhos caritativos, e a preocupação com os pobres existem muito antes de Boff e sua “renca”. Afinal, Santo Antônio, São Francisco de Assis, ou Madre Teresa não leram: “Igreja, carisma e poder” para ajudarem os pobres, e nem cismaram com Roma atrás de um orgulho de si próprio. Bergoglio sempre esteve apoiado sobre a “Doutrina social da Igreja” desde quando era Padre em Buenos Aires, tanto que nas entrevista cedidas aqui no Brasil, por ocasião da JMJ sempre citou esta mesma “Doutrina Social da Igreja”, e nunca agiu com ato de aceitação do marxismo; em entrevista cedida ao “La stampa” Papa Francisco responde as críticas de sua carta apostólica “Evangelii Gaudium” teria sido de profundo teor marxista e em resposta ao jornal, ele afirmou : “que nada há na sua Exortação Evagelii Gaudium que não esteja conforme à Doutrina Social da Igreja.” Ou seja, de acordo com a doutrina Romana. (fonte: La Stampa)

O que eu vejo sinceramente é um grande achar pelos em ovos, o Papa não só não é marxista como a considera “uma ideologia errada”, (fonte: acidigital) o que vimos nesta sua ultima entrevista a II Messaggero, foi sua indignação, de que sempre que se fala em pobre se faz uma ligação ao Comunismo, ou ao marxismo, como se esta luta fossem deles e não da Igreja, sobre isto o Papa afirma com veemência:

“Eu digo que os comunistas têm roubado a bandeira. A bandeira dos pobres é cristão. A pobreza é o coração do Evangelho. Os pobres são o coração do Evangelho. Tome Mateus 25, o protocolo através do qual seremos julgados: eu estava com fome, eu estava com sede, eu estava na prisão, eu estava doente, nu. Ou olhe para as bem-aventuranças… Os comunistas dizem que esta é uma bandeira comunista. Sim, certo, vinte séculos depois. (risos)” (fonte: II Messaggero. Traduções minhas).

O Santo Padre, diz de uma forma discreta: “sou cristão, pois é de Cristo que vem o mandamento de cuidar dos desamparados e não de Marx”.

Francisco mostra que não só não é comunista, mas que não concorda com esta abordagem, levantar uma bandeira para os pobres, e outra para a guerra de classes não é, e nunca poderá ser Cristão. O Papa é Católico, e não rompera com a Fé Romana, se conformem com isso! Em uma entrevista no Roda Viva Leonardo Boff se mostrava entusiasmado com o Papa Francisco, como se ele fosse realmente abrir as portas de Roma para sua teologia marxista; só uma coisinha Boff, senta e chora nego.

Autor: Pedro Hemrique Alves

Para citar: ALVES, Pedro Henrique. O Papa não é comunista, chorem corja de TL’s, (acesso em: colocar data de acesso) <https://proecclesiacatholica.wordpress.com/2014/06/30/o-papa-nao-e-comunista-chorem-corja-de-tls/>

Brasil quase socialista.

54Não sei nem como começar este artigo pois falarei de um assunto que me causa náuseas, o socialismo assassino. Eu nasci em 1991 quando aparentemente o terreno comunista era derrubado, em meados da queda do muro de Berlim, às vésperas da dissolução da União Soviética, ou seja, não vivi o socialismo, não conheço a não ser pelo o que eu estudei; tudo o que eu li, desde Marx, Lenin, Gramsci a Olavo de Carvalho, Rodrigo Constantino, tudo me levou a crer que o socialismo não é somente utópico como dizem, mas sim assassino, eu não consigo lembrar-me, nem sequer reconhecer um socialismo que não tenha deixado um mar de sangue de inocentes. Segundo o museu global do Comunismo, líderes socialistas deixaram mais de 100 milhões de mortos e na lista destes assassinos está o nosso grande amigo da pátria, Fidel Castro, inocentes a quem era prometido liberdade e igualdade no socialismo, encontraram a morte.

56Ontem conversando com Maria no programa Liga dos Blogueiros católicos, uma mulher que mora na Venezuela recém tomada pelo socialismo, nos dizia o horror que é estar em um governo socialista opressor. Segundo Maria não há no país utensílios para higiene básica, como papel higiênico, não existe leite para alimentar as crianças, a inflação é tão alta que não se tem como se programar financeiramente. Ela nos contava que sua mãe, que tem 2 filhas, as quais sustenta ganhando por volta de 150 reais, para sustentá-la, pagar a faculdade da filha e alimentar um lar, sem falar da verdadeira guerra que se trava nas ruas, são policiais usando munições letais contra manifestantes desarmados ( Veja mais aqui no Blog do Felipe Moura), exercito pró Maduro usando de tanques de guerra para atirar contra manifestantes. Não há mais liberdade de imprensa, o governo esta cassando os vistos dos jornalistas da CNN, já são mais de 5 canais tirados do ar pelo governo por mostrarem a realidade das ruas. É esse, meu povo, é esse o Maduro, que o senhor Luis Inácio Lula da Silva em pronunciamento, disse que “seria o melhor para o povo Venezuelano” (Veja aqui) é este governo que em nota Oficial o PT disse que o governo deve reprimir os manifestantes violentos, ora violentos? Todas as fotos e vídeos que registram as manifestações não se encontra manifestantes armados, mas sim policiais pró Maduro, MATANDO a rodo.

Estamos caminhando a passos largos para o mesmo caminho da Venezuela, afinal, foi isso que o Lula planejou no Foro de São Paulo, afinal estamos sob um governo Socialista fantasiado momentaneamente de Democrático. O governo Chavista criou planos semelhantes ao Bolsa Família, trouxe médicos cubanos, hoje até mesmo o Exército nacional Venezuelano tem Cubanos infiltrados, isso é simplesmente a mesma coisa que nosso governo esta fazendo, sem tirar e nem pôr. Como partilhava há um tempo com um amigo, eu s55ou totalmente cético à mudança do rumo do Brasil para um outro caminho que não seja o socialismo, isso hoje é eminente, porém é necessário enquanto ainda houver liberdade de votos, tentar fazer algo, eu Pedro Henrique, sem rodeios e sem medo do que possa me ocorrer peço encarecidamente, não votem no PT, vocês estarão dando o último terreno que nos resta para evitarmos o socialismo real. Os sangues dos inocentes está nas mãos dos omissos, não seja você um omisso nesta eleição!

Assista também Eleições 2014 (Liga do Blogueiros Católicos)

Você pode assistir a declaração da Venezuelana clicando aqui. onde ela fala das dificuldades passadas na Venezuela que eu cito no artigo acima.

Autor: Pedro Henrique Alves

Revisora: Brenda Lorene

Biografia Digital:
1OO Milhões de mortes pelo comunismo:

http://www.globalmuseumoncommunism.org

Para citar: ALVES, Pedro Henrique, Brasil quase socialista Pode ser acessado em: https://proecclesiacatholica.wordpress.com/2014/02/24/brasil-quase-socialista/